Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Em que vamos votar?

por papinto, em 09.12.08

As eleições de amanhã e depois dizem respeito ao Senado, ao Conselho Geral da UTL e à Assembleia Estatutária do ISA.

 

Senado –

Trata-se de eleger vinte membros doutorados (art.º 39 g dos recentes Estatutos da UTL), repartidos pelas unidades orgânicas de forma proporcional ao respectivo número de eleitores, pelo método de Hondt.

Este órgão  é consultivo e de representação dos corpos e unidades orgânicas que integram a UTL.

No despacho reitoral 121/2008, em que o sr. Reitor faz a distribuição de lugares elegíveis para o corpo de professores e investigadores pelas várias unidades orgânicas, aquele número (vinte) passa para vinte e dois.

Não sendo dada nenhuma explicação para a discrepância, só posso imaginar que se aplicou a alínea d do art.º 40 dos Estatutos, que diz que se da aplicação da regra de repartição resultar que uma unidade orgânica fique sem representação, será criado um lugar adicional para representação dessa unidade orgânica.

No nosso caso, como professores e investigadores do ISA, temos que eleger dois elementos (que sejam membros das unidades de investigação acreditadas e avaliadas positivamente nos termos da lei); só concorreu uma lista, a lista S que, diplomaticamente, funde as duas tendências dominantes. No IST e na FMH apresentam-se duas listas, a lista S e a lista T.

Estes nossos dois representantes, representam 9% dos docentes e e investigadores eleitos para o Senado e têm um mandato de 4 anos.

Ver aqui as listas

 

Conselho Geral

Já para o Conselho Geral trata-se de um colégio eleitoral único do respectivo corpo (portanto, não obrigatoriamente distribuído pelas escolas), sendo os lugares repartidos pelas listas concorrentes de acordo com o método proporcional de Hondt.

Temos que eleger 14 representantes dos professores e investigadores (num total de vinte e sete membros, dos quais 8 são personalidades não vinculadas à Universidade e deste grupo sairá o Presidente do Conselho Geral). O mandato destes membros é de 4 anos.

Concorrem 3 listas:

- a lista G com um docente de ISA em 4.º lugar efectivo e 4.º e 11.º lugares suplentes

- a lista H sem docentes do ISA

- a lista J com docentes do ISA em  2.º, 5.º, 9.º e 11.º lugares efectivos e 1.º e 11.º lugares suplentes

Ver aqui as listas

 

Assembleia Estatutária do ISA -

Finalmente, para a Assembleia Estatutária do ISA apresentam-se duas listas A e B, tratando-se de eleger 12 membros pelo método de Hondt.

É uma relativa novidade na nossa  "Unidade Orgânica" apresentarem-se duas listas concorrentes.

Aqui e aqui podemos consultar os documentos em que cada lista justifica a sua candidatura.

Igualmente importante é olhar para os elementos que constituem as listas, já que, pela aplicação do método de Hondt, a composição final da Assembleia Estatutária, muito provavelmente incluirá elementos das duas listas em proporções imprevisíveis: lista A e a lista B

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds