Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Agroportal, 2012-02-24

 

 

 

O fundador da Microsoft, Bill Gates, defendeu, esta quinta-feira, uma "revolução digital" para lutar contra a fome no mundo, apostando no reforço da produtividade dos agricultores com a utilização de sistemas de satélites, tecnologias audiovisuais ou de selecção de sementes.

"Devemos reflectir muito seriamente sobre a maneira de tirar proveito de uma revolução digital para alcançar a inovação, incluindo na agricultura", afirmou o filantropo norte-americano em Roma, durante a reunião anual do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola, agência especializada das Nações Unidas.

"Se vamos cuidar dos mais pobres, devemos ocupar-nos com a agricultura. Acreditamos que os pequenos agricultores podem duplicar, e em alguns casos triplicar, a produção durante os próximos 20 anos, ao mesmo tempo que preservam as suas terras", disse Gates.

Para tal, o fundador da Microsoft deu como exemplo a utilização de tecnologias informáticas ao nível das sementeiras, que poderão ajudar nas previsões de produção e reduzir o tempo de desenvolvimento de uma nova variedade.

Bill Gates apoiou igualmente o intercâmbio de vídeos entre agricultores, para trocarem experiências, e a utilização de sistemas de satélite desenvolvidos por Ministérios da Defesa do mundo inteiro para conseguir uma maior quantidade de dados sobre terrenos agrícolas a nível global.

O milionário norte-americano anunciou também em Roma que a sua fundação, a "The Bill & Melinda Gates Foundation" irá doar cerca de 200 milhões de dólares (cerca de 151 milhões de euros) para financiar a investigação sobre novos tipos de milho, mais resistentes à seca, vacinas para gado e projectos de formação para agricultores.

"Os investimentos na agricultura representam a melhor arma contra a fome e a pobreza", sublinhou Gates, indicando que a sua fundação prevê investir um total de dois mil milhões de dólares (1,51 mil milhões de euros) a favor dos agricultores e da agricultura.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds