Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

PLATAFORMA ELEITORAL
CONTRUIR UM ISA COM FUTURO
 
As eleições para a Assembleia Estatutária (AE), tendo como objectivo aprovar os futuros estatutos do ISA, deverá estar subordinada à Lei geral das Universidades (Lei 62/2007 – [RJIES]) e aos estatutos da Universidade Técnica de Lisboa, entretanto já aprovados.
Há, no entanto, possibilidade de introduzirmos nos futuros estatutos o que quisermos que venha a ser o ISA nos seus diferentes vectores:
- Científico
- Ensino
- Ligação à sociedade
1. No domínio Científico, o ISA deverá reforçar os seus Centros de Investigação e apontar para a constituição de um Laboratório Associado, tal como tem sido realizado. Segundo o enquadramento legal previsível do que será a lei do financiamento das universidades e da actividade científica, a que o ISA ficará sujeito, haverá alguma autonomia financeira neste vector, desde que se garantam níveis de excelência. O ISA deverá ter capacidade de vir a integrar os clusters científicos (organizados em rede) que incluem as universidades internacionais mais prestigiadas, com ênfase para as universidades europeias.
2. O ensino e a sua qualidade manter-se-á com uma forte ligação à investigação científica tendo em atenção, no entanto, a necessidade de uma forte ligação às necessidades práticas das empresas. O ISA deverá continuar a ser uma Escola de Engenharia continuando, no entanto, a integrar de forma crescente outras áreas do saber, com capacidade de resposta às novas necessidades de inovação económico-social das empresas, e com capacidade de evolução permanente e actualização dinâmica.
3. A ligação à sociedade, reforçando a inter-acção com as empresas, incluindo o incentivo ao empreendedorismo através da criação de empresas de base tecnológica, deverá endogeneizar a preocupação da empregabilidade dos nossos alunos e a crescente possibilidade de garantirmos a transferência de tecnologia criada no ISA. De certo modo, é este vector de ligação à sociedade que garante que o ISA possa ser uma escola com elevada capacidade científica e tecnológica, garantindo um ensino de qualidade elevada.
Estes desafios obrigam a uma estruturação e funcionamento do ISA diferente do actual e que traduza um corte com o passado.
Esta lista proporá à Assembleia Estatutária dois princípios fundamentais de organização e dois princípios fundamentais de funcionamento.
 
Organização:
• tornar as competências cada vez mais transversais por forma a criar sinergias científicas e pedagógicas fortes e actuantes;
• tornar a responsabilização centrada nos coordenadores das unidades a criar, a partir dos objectivos previamente discutidos e assumidos.
Funcionamento:
 
solidariedade administrativa, através da criação de órgãos de gestão próprios, por forma a que os professores e investigadores se possam dedicar ao seu trabalho principal e não se dispersem por tarefas subsidiárias;
solidariedade financeira, para que a responsabilização de garantia de objectivos por parte dos coordenadores possa ter uma correspondência numa estrutura financeira que funcione também sujeita a regras de definição de objectivos.
O ISA actual não pode responder a estes desafios, pois a sua estrutura e funcionamento não o permitem.
Só um ISA com capacidade de utilizar eficazmente os seus recursos humanos terá futuro. Procuraremos, em cada área específica, que cada um possa contribuir a partir das suas competências e experiência próprias. A diversidade do ISA e dos docentes e investigadores deverá transformar-se numa oportunidade com futuro.
Uma nova estrutura da Escola poderá dar respostas a uma concepção de Universidade acertada com o desafio dos tempos actuais.
Carlos Noéme
 
A lista que estou a constituir integrará, entre outros, os seguintes docentes e investigadores:
 
Ana Luísa Soares              António Almeida Monteiro
Cristina Oliveira             Cristina Queda
Fernanda Cabral               Francisco Gomes da Silva
Graça Abrantes                Helena Noronha R. Almeida
Helena Oliveira               Helena Pereira
Isabel Ferreira               Isabel Sousa
José Luís Teixeira            Luís Paulo Ribeiro
Luís Mira                     Margarida Moldão Martins
Pedro Lynce                   Sara Amâncio

Autoria e outros dados (tags, etc)