Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




DESTAK|12 | 03 | 2009   09.23H
O Conselho Geral da Universidade de Lisboa (UL) elege hoje o novo reitor da instituição, entre os três candidatos ao cargo: António Carlos de Sá Fonseca, Nuno Manuel de Carvalho Ferreira Guimarães e António Sampaio da Nóvoa.
Destak/Lusa | destak@destak.pt
 

António Carlos de Sá Fonseca é investigador e coordenador científico do Centro de Física Nuclear da UL, Nuno Manuel de Carvalho Ferreira Guimarães é presidente do conselho directivo e científico da Faculdade de Ciências da UL e António Sampaio da Nóvoa é o actual reitor demissionário.

Foram apresentadas cinco candidaturas ao cargo, a que se seguiu um processo de selecção, tendo o Conselho Geral escolhido estas três.

O reitor da UL é eleito pelo Conselho Geral da Universidade, por maioria absoluta dos votos, para um mandato de quatro anos.

O reitor é o órgão superior de governo e de representação institucional externa da Universidade, exercendo as suas funções em regime de dedicação exclusiva.

A Universidade de Lisboa é a segunda a eleger um reitor segundo as regras do novo Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior (RJIES), depois de a Universidade Madeira ter escolhido, a 03 de Março último, o professor de Matemática e Engenharia José Manuel Nunes Castanheira da Costa para reitor da instituição.

A nova lei do ensino superior impôs uma mudança nesta matéria: a escolha do reitor terá, a partir de agora, de resultar de um concurso público internacional, deixando assim de ser eleitos dentro das próprias instituições.

Cabe ao novo Conselho Geral das Universidades apreciar as candidaturas e eleger o reitor.

O RJIES deixa aos actuais reitores a possibilidade de continuarem no cargo ou de se demitirem, perante as transformações das respectivas universidades.

Autoria e outros dados (tags, etc)