Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Público, 2011.02.20
Declarações do presidente do Banco Mundial

 


Os preços das matérias-primas alimentares já estão num nível de alerta e poderão gerar mais instabilidade política. O aviso foi ontem feito pelo presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, à margem do encontro dos ministros das Finanças e dos banqueiros centrais em Paris.

"Atingimos um nível de alerta", disse Zoellick à imprensa, reproduzindo as declarações que fez ontem aos representantes dos 20 países ricos e emergentes, e que representam cerca de 85 por cento da riqueza do planeta. De acordo com o presidente do Banco Mundial, a subida dos preços dos alimentos vai incentivar o aumento da produção agrícola, mas, nos próximos dois anos, poderá contribuir para um aumento da instabilidade e até para a queda de alguns governos. A escalada das matérias-primas tem estado por detrás dos movimentos de protesto no Médio Oriente e no Norte de África.

"Devemos ser muito sensíveis ao que se passa em termos dos preços dos alimentos e aos efeitos que podem ter na estabilidade política", avisou Zoellick, apelando para que os dirigentes do G20 "considerem a alimentação como uma prioridade em 2011".

De acordo com dados recentes da instituição, a escalada dos preços dos alimentos atirou mais 44 milhões de pessoas para uma situação de pobreza extrema entre Junho e Dezembro. O cenário é mais grave nos países em desenvolvimento, onde as populações são mais vulneráveis às oscilações de preços, porque cativam mais de metade do seu rendimento para a compra de alimentos. A.R.F.

Autoria e outros dados (tags, etc)